Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Divisão do Bolsa Família pode significar rompimento do Nordeste com o governo’

Gustavo Zucchi

Após a divulgação de que o Nordeste será preterido ante o Sul e o Sudeste na concessão de novos benefícios do Bolsa Família, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) avisou que isso pode “significar o rompimento” da região com o governo de Jair Bolsonaro. “É uma das extravagâncias mais perversas que já vi no governo”, disse o tucano.

O Nordeste concentra 36,8% das famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza e deve ficar com só 3% das novas concessões. Sul e Sudeste, por sua vez, concentraram 75% dos novos benefícios. Tasso avisou que pediu urgência na convocação do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, para prestar esclarecimentos ao Senado. “Isso significaria, com certeza, não só o rompimento da bancada do Senado ou da Câmara, mas o rompimento de todo o Nordeste com o governo federal.”

Tudo o que sabemos sobre:

Bolsa FamíliaNordestegovernoEstados