Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Do estrelato ao constrangimento

Equipe BR Político

Derrotado na campanha presidencial de 2014, Aécio Neves (PSDB) voltou ao Senado como o principal nome da oposição. Quatro anos depois, na última quarta-feira, 12, o tucano fez seu discurso de despedida da Casa. Desta vez, o clima era de constrangimento no plenário. Há cinco dias a PF cumpriu novo mandato de busca e apreensão em imóveis do senador.

A partir do ano que vem, Aécio vai ocupar uma cadeira na Câmara dos Deputados. Lá, a postura deve ser mais discreta, dizem tucanos. Um antigo aliado diz que “ele tem consciência do desgaste que vive, com potencial de atingir negativamente a bancada”, segundo o Globo.