Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Do Marcelo: Bolsonaro indica mais um militar para diretoria da Anvisa

Marcelo de Moraes

O Diário Oficial da União desta quinta-feira, 12, traz a indicação do tenente-coronel do Exército Jorge Luiz Kormann para exercer o cargo de diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Kormann é atualmente o secretário-executivo adjunto do Ministério da Saúde e sua nomeação, feita pelo presidente Jair Bolsonaro, acontece justamente no momento em que há críticas à Anvisa pelo suposto uso político da agência em decisões técnicas, como no caso da suspensão dos testes da vacina Coronavac.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) Foto: Mariana Leal/ Anvisa

A Anvisa já é comandada por outro militar indicado recentemente por Bolsonaro, o Almirante Antônio Barra Torres, que é amigo do presidente. Ele tem respondido às críticas sofridas pela suspensão dos testes da vacina afirmando que a decisão “foi técnica”. Como você leu no BRP, a suspensão foi revogada ontem.

A indicação do coronel Kormann ainda precisa ser aprovada pelo Senado. Ele terá de passar por uma sabatina na Casa para ocupar a vaga que será aberta em 19 de dezembro pelo término do mandato de Alessandra Bastos Soares. Embora as sabatinas sejam, na maioria das vezes, quase uma mera formalidade, recheada de afagos aos indicados, o clima político provocado pela guerra da vacina pode tornar a sessão mais tensa.