por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Do Marcelo: Cenário argentino impacta Brasil e gera dúvidas sobre relação

Marcelo de Moraes

A vitória da oposição nas primárias eleitorais na Argentina lança uma grande sombra de dúvidas sobre o impacto que esse movimento político terá sobre o Brasil. As eleições argentinas acontecerão apenas em outubro, mas a vantagem obtida pelo candidato Alberto Fernández sobre o presidente Mauricio Macri nas primárias indica gigantesco favoritismo para que esse resultado se confirme. Fernández tem a ex-presidente Cristina Kirchner como sua candidata a vice e sua vitória não aponta apenas uma guinada no modelo político neoliberal adotado pelos argentinos quando elegeram Macri. Indica também um relacionamento muito difícil com o governo brasileiro de Jair Bolsonaro. O presidente tem feito campanha aberta a favor de Macri e contra Fernández. Já repetiu, inúmeras vezes, que a vitória da oposição poderá transformar a Argentina numa nova Venezuela. Ou seja, se Fernández confirmar o favoritismo, as relações com o Brasil podem se tornar terrivelmente complicadas.

De cara, os mercados brasileiros já tiveram uma reação negativa. O dólar disparou e ultrapassou a marca dos R$ 4 e a Bolsa perdeu mais de 2 mil pontos apenas pela manhã. Além disso, no momento em que o Mercosul acaba de fechar o acordo com a União Europeia como se dará o relacionamento do governo brasileiro com o argentino para lidar com os próximos passos dessa discussão se os dois países tiverem um relacionamento tão divergente? Mais do que nunca, Brasil e Argentina precisarão demonstrar um amadurecimento diplomático no qual parece difícil de apostar a essa altura do campeonato. /Marcelo de Moraes

Tudo o que sabemos sobre:

ArgentinaDo Marcelo