Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Do Marcelo: Circuit breaker vai virar o novo normal da Bolsa?

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

A Bolsa teve seu segundo circuit breaker em três dias. O mecanismo, que é disparado sempre que as quedas na Bolsa chegam a 10%, é feito para proteger o mercado e as empresas de perdas mais elevadas. O problema é que a situação era para ser excepcional e vinha sendo até essa semana. Mas a instabilidade internacional provocada pelo coronavírus, somada a outras questões como a guerra comercial do petróleo e crises da política interna brasileira, ameaça normalizar essa situação.

Bolsa teve seu segundo circuit breaker em três dias

Bolsa teve seu segundo circuit breaker em três dias Foto: Daniel Teixeira/Estadão

Mais do que nunca, a crise econômica internacional demanda ações de blindagem dos governos para evitar que os países paguem contas elevadas pelo problema. Por isso, a necessidade de governo e Congresso conseguirem estabelecer uma agenda comum de prioridades como forma de sinalizar que medidas de ajuste estrutural estão sendo tomadas para fortalecer o País. O problema é que essa ficha precisa cair também do lado do governo. O presidente Jair Bolsonaro chegou a minimizar a crise do coronavírus, classificando-a de “fantasia”. Com mais uma queda brusca da Bolsa brasileira, já chegou a hora de ver o problema como algo bastante real.

Tudo o que sabemos sobre:

Do Marcelocircuit breakerBolsaIbovespa