Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Do Marcelo: Com Geração 70, MDB prega independência para comandar Congresso

Marcelo de Moraes

O MDB anunciou hoje a candidatura de Simone Tebet (MS) para disputar a Presidência do Senado e fechou seu combo de candidatos com discurso alinhado. Ela e o deputado Baleia Rossi (SP), que disputa a Presidência da Câmara, se apresentam como defensores da autonomia do Congresso em relação ao Planalto. Com isso, tentam agregar o apoio de quem se opõe a Jair Bolsonaro ou que teme que ele tenha poder excessivo caso emplaque um aliado no comando da Câmara e do Senado.

As duas candidaturas marcam também uma consolidação da renovação interna do MDB. Os dois são da Geração 70 do partido (Simone nasceu em 1970 e Baleia em 1972) e representam uma tentativa de repaginação da legenda, desgastada nos últimos anos por envolvimento de importantes integrantes em escândalos. Ambos se fortaleceram internamente, com Baleia ascendendo à Presidência nacional do MDB e Simone ao comando da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Ao mesmo tempo, ambos têm raizes familiares no partido. Baleia é filho do ex-ministro da Agricultura e ex-deputado federal Wagner Rossi e tem o ex-presidente Michel Temer como padrinho de casamento. Simone é filha do ex-senador Ramez Tebet, já falecido, que presidiu o Senado entre 2001 e 2003.

Apesar disso, a postura “independente” do MDB é questionada pelos adversários. Dois de seus membros ocupam cargos de lideranças no governo Bolsonaro. O senador Fernando Bezerra (PE) lidera o governo no Senado e o senador Eduardo Gomes (TO) lidera no Congresso. Além disso, Baleia vota, na maioria das vezes, alinhado com o governo na Câmara.

Os desafios de provar sua independência e o de apresentar uma agenda que responda aos desafios produzidos pela pandemia do coronavírus e pela crise econômica terão de ser respondidos rapidamente pelos dois candidatos. Faltam cerca de três semanas para a eleição e, do outro lado, o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e o deputado Arthur Lira (PP-AL) têm apoio declarado de Bolsonaro e já estão com suas campanhas na rua há mais tempo.