Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Do Marcelo: Diante da imensidão da crise, se PIB for zero, será lucro

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

O governo vai, finalmente, aceitando a duríssima realidade imposta pelo coronavírus, depois de tentar minimizá-la inexplicavelmente. A atualização da estimativa do governo para o PIB de 2020, calculando um crescimento de míseros 0,02% – praticamente zero -, é a prova de que caiu a ficha em relação à imensidão da crise pela qual o mundo passa.

E, mesmo assim, não há nenhuma garantia que a economia vá produzir esse resultado. Com o cenário de recessão internacional à vista, se o PIB ficar em zero pode até significar que as medidas tomadas para reduze o impacto da crise tiveram efeito. Porque é disso que se trata: reduzir os danos, que serão fortíssimos.

É importante notar que segurar esse estrago conta tanto quanto produzir crescimento robusto em tempos de calmaria econômica. Quanto menos a economia, mais empregos serão mantidos e criados. E maiores serão os recursos disponíveis para reduzir o impacto do coronavírus. Admitir o tamanho do que problema que se está enfrentando é um primeiro passo correto para superá-lo.

Tudo o que sabemos sobre:

Do MarceloPIBCrisecoronavírus