Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Do Marcelo: Em vez de faturar queda de desemprego, governo erra o foco

Marcelo de Moraes

O governo poderia estar batendo seu bumbo por conta dos números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continuada (Pnad Contínua), divulgados hoje pelo IBGE. Os dados mostram que a taxa de desemprego atingiu 12,0% no trimestre. Continua muito alta, mas, considerando que era de 12,7% no trimestre passado, o indicador representa um avanço importante. Ainda há 12,8 milhões de pessoas sem emprego no País e também aumentou muito o número de trabalhadores por conta própria (24,1 milhões). Ou seja: há muito a se fazer em termos de geração de emprego no Brasil. Mas a queda de 0,7 ponto porcentual da taxa de desemprego em três meses pode indicar uma luz no fim do túnel.

O problema é que debates centrais como esse acabam sendo escondidos pelo comportamento do governo, especialmente do presidente Jair Bolsonaro, que tem atraído as atenções sobre si por conta de declarações completamente desastradas. E aí, ficam em segundo plano discussões centrais como a da geração de empregos ou a das reformas. Quando Bolsonaro prefere usar seu espaço político para atacar críticos e adversários da pior maneira possível, em vez de comemorar resultados favoráveis e avançar a partir deles, o governo exibe absoluta falta de foco no que interessa, de fato, ao País. /Marcelo de Moraes

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Do Marcelotaxa de desemprego