Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Do Marcelo: Embaixador da China conversa com Mandetta sobre coronavírus

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

O embaixador da China, Yang Wanming, se reuniu nesta terça-feira, 7, com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, para discutir questões sobre o novo coronavírus e cooperação no combate à doença. A informação foi confirmada pela Embaixada da China. Depois do encontro, pelo Twitter, o embaixador afirmou que o encontro foi “em prol do enfrentamento conjunto deste desafio global”. ”

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta Foto: Dida Sampaio/Estadão”

Nesta tarde, na conversa telefônica com o ministro Mandetta, coincidimos em reforçar a cooperação bilateral, especialmente entre os dois ministérios da saúde, para compartilhar experiências do combate à Covid-19 em prol do enfrentamento conjunto deste desafio global”, escreveu o embaixador.

Resta saber como a ala ideológica do governo vai reagir ao encontro. Nos últimos dias, bolsonaristas como o deputado Eduardo Bolsonaro e o ministro da Educação, Abraham Weintraub, voltaram a criticar e debochar dos chineses, os responsabilizando pela eclosão do coronavírus no mundo. Weintraub ainda insinuou que os chineses poderiam estar se beneficiando economicamente do problema.

Os ataques causaram mal-estar diplomático, com dura reação da Embaixada. Além disso, a situação ameaça atrapalhar o comércio entre os dois países.

Mandetta já passou perto de ser demitido por defender a ideia do isolamento contra o coronavírus enquanto Jair Bolsonaro, que tem opinião oposta. Como Mandetta está com a popularidade em alta, o presidente decidiu mantê-lo no cargo. Agora, com a conversa com o embaixador, a ala ideológica pode voltar à carga.