Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Do Marcelo: Enquanto isso, no Amapá…

Marcelo de Moraes

Com as atenções do mundo voltadas para o resultado das eleições dos Estados Unidos, dramas como o apagão do Amapá, que já deixa a população do Estado há três dias sem energia, passam quase batidos. Sob o risco de desabastecimento geral, somente nesta sexta-feira, 6, o Estado poderá ter cerca de 60% da energia restabelecida.

Ministro Bento Albuquerque acompanha in loco restabelecimento de energia elétrica em Macapá. Foto: Divulgação/MME

“A ausência de um sistema de backup e de um plano de contingência para o povo do Amapá foi criminosa”, diz o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Com a gravidade da situação, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, se deslocou para o Estado onde montou um gabinete de crise para tentar agilizar as providências para sanar a crise.

E, claro, o problema traz à tona também a questão das privatizações no setor elétrico. Afinal, o apagão foi provocado por um incêndio na subestação de Macapá, do consórcio LMTE, controlado pela espanhola Isolux.

Tudo o que sabemos sobre:

Do MarceloAmapáapagão