Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Do Marcelo: Escândalo com aliado afeta discurso anticorrupção de Bolsonaro

Marcelo de Moraes

Um dos pilares da vitória de Jair Bolsonaro, nas eleições de 2018, foi seu discurso de oposição à chamada “velha política” e suas práticas. A promessa de combate à corrupção e aos crimes de colarinho branco atraiu o apoio de eleitores cansados dos seguidos escândalos envolvendo políticos desviando dinheiro público. Mas, dois anos depois da campanha, o presidente vê enfraquecer esse discurso com uma série de situações na direção oposta: caso das rachadinhas no Rio, rompimento com Sérgio Moro e distanciamento da Lava Jato e, desde ontem, o caso do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), vice-líder do governo, flagrado com R$ 30 mil escondidos na cueca.

Senador Chico Rodrigues e presidente Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Twitter

A bizarrice da situação envolvendo o aliado do presidente, naturalmente, amplifica o escândalo. Para piorar, aconteceu no mesmo dia em que ele prometera que daria uma “voadora no pescoço” de quem praticasse corrupção no seu governo. E não há dúvida sobre a proximidade política com Rodrigues. Em vários vídeos, Bolsonaro troca afagos e elogios com o senador, incluindo uma piada dizendo que os dois tinham quase “união estável” pelos vinte anos de convivência. É no gabinete de Rodrigues também que trabalha Léo Índio, primo dos filhos do presidente. A nomeação de Rodrigues para uma das vice-lideranças do governo chancela a aliança política.

Aliados do presidente já tinham admitido que ele cometera um erro estratégico importante ao declarar que tinha acabado com a Lava Jato. Por mais que a operação e o próprio Sérgio Moro tenham reduzido seu protagonismo, ainda são um símbolo do combate à corrupção e mantém prestígio junto a uma parcela importante da opinião pública. Foi justamente para tentar se recuperar da derrapada que Bolsonaro começou a falar que seu governo não tinha corrupção. Agora, precisará, mais uma vez, lidar com o desgaste numa área que lhe rendeu muito apoio popular.