Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Do Marcelo: O morde e assopra do presidente com o STF

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

Ao mesmo tempo em que reclama publicamente de decisões do Supremo Tribunal Federal e prestigia manifestações que defendem o fechamento da Corte, o presidente Jair Bolsonaro também tem feito alguns gestos em deferência aos ministros. Nesta terça-feira, 2, por exemplo, ele deve participar, de forma virtual, da solenidade de posse do ministro Alexandre de Moraes como integrante do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Presidente da República, Jair Bolsonaro, deve comparecer à posse de Alexandre de Moraes no TSE Foto: Adriano Machado/Reuters

Presidente da República, Jair Bolsonaro, deve comparecer à posse de Alexandre de Moraes no TSE Foto: Adriano Machado/Reuters

Alexandre é justamente o ministro relator do inquérito que investiga o uso de fake news para atacar e difamar os integrantes da Corte. Foi por sua ordem que a Polícia Federal fez busca e apreensão e/ou investigações sobre 29 pessoas aliadas do presidente.

No início da semana passada, Bolsonaro já tinha participado virtualmente da posse de outro ministro do STF no TSE, quando Luís Roberto Barroso assumiu a Presidência do tribunal. No TSE, também estão sendo analisadas denúncias por supostas irregularidades eleitorais da campanha de Bolsonaro.

Pressionado politicamente, Bolsonaro parece estar preferindo, agora, colocar a barba de molho para evitar que as turbulências políticas desse relacionamento com o STF azede de vez.