Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Dodge corre por fora?

Equipe BR Político

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, não se inscreveu para a lista de candidatos a procurador-geral da República. No entanto, com um aceno do Palácio do Planalto de que está no páreo, Dodge iniciou movimentação discreta na tentativa de ser reconduzida ao cargo com o argumento de que é melhor para o governo indicar um nome conhecido e previsível do que embarcar em uma possível aventura.

No início deste mês, segundo relatos feitos à Folha, Dodge recebeu uma sinalização da equipe do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de que tem chances de ser indicada a um segundo mandato, o que levou simpatizantes da recondução a iniciarem uma articulação de bastidor pelo seu nome. Essa não seria a primeira vez, já que ela chegou ao cargo por indicação do ex-presidente Michel Temer (MDB) e com aprovação do ministro do STF Gilmar Mendes.

Notícias relacionadas