Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Dois governadores reagem à violência de PMs exposta nas redes

Equipe BR Político

Dois governadores reagiram nesta terça, 4, à exposição de violência praticada por policiais militares em redes sociais. Tanto Rui Costa (PT), da Bahia, quanto João Doria (PSDB), de São Paulo, determinaram investigação rigorosa dos casos ocorridos, mas o tucano pediu o afastamento do policial flagrado agredindo uma mulher.

O caso baiano mostra um PM batendo em um rapaz com murros e chutes e fazendo insultos raciais e homofóbicos em razão do cabelo do garoto. “Você para mim é ladrão, você é vagabundo. Olha essa desgraça desse cabelo aqui. Tire aí vá, essa desgraça desse cabelo aqui. Você é o quê? Você é trabalhador, viado? É?”, gritava o PM ao jovem no domingo, 2, no bairro Paripe, em Salvador.

Já o caso paulista se deu em São José do Rio Preto, onde um PM dá um murro numa mulher no momento em que é imobilizada no chão. “Apesar dela ter resistido a prisão por tráfico de drogas, existe protocolo a ser cumprido e as imagens indicam conduta totalmente inadequada do policial”, escreveu o governador de São Paulo nesta noite no Twitter. No vídeo, uma voz feminina diz que a mulher está grávida de 5 meses.

 

Tudo o que sabemos sobre:

João DoriaRui Costaviolênciaagressão