Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Dólar chega a R$ 5,20 em véspera de decreto de calamidade pública

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O dólar sustenta nesta semana o patamar de R$ 5, e, na abertura das negociações desta quarta-feira, 18, iniciou a cotação em R$ 5,16, um avanço superior a 3% em relação ao fechamento do dia anterior, estabelecendo novo recorde nominal – quando descontada a inflação. Poucos minutos após a abertura, a moeda americana estabeleceu novo recorde, atingindo R$ 5,20, informa o Estadão. Este novo cenário de desvalorização da moeda brasileira segue a instabilidade dos mercados internacionais por conta da disseminação do novo coronavírus. Está previsto para esta quarta corte da Selic, taxa básica de juro do País, pelo Copom no fim do dia em resposta ao coronavírus.

desvalorização da moeda brasileira segue a instabilidade dos mercados internacionais por conta da disseminação do novo coronavírus

Desvalorização da moeda brasileira segue a instabilidade dos mercados internacionais por conta da disseminação do novo coronavírus Foto: JF Diório/Estadão

 

O mercado deve ficar à espera do detalhamento do pedido de calamidade pública no País, em entrevista coletiva do ministro Paulo Guedes e sua equipe às 11 horas. Além disso, estão previstas duas coletivas com o presidente Jair Bolsonaro para tratar da questão do coronavírus: a primeira, com os ministros do governo (14h30) e, a segunda, com chefes dos demais Poderes (20h30).

Tudo o que sabemos sobre:

dólarcalamidade públicacoronavírusReal