Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Dólar recua com expectativa de alta de Trump

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ambiente mais otimista no mercado internacional impulsiona os índices da Bolsa de Nova York e favorece a evolução dos ativos brasileiros na manhã desta segunda-feira, 5, ainda que de maneira moderada, informa o Estadão. O Índice Bovespa abriu em alta e o dólar se enfraquece ante o real, refletindo a melhora do humor do investidor estrangeiro com a expectativa de alta hospitalar do presidente americano, Donald Trump, e a espera por um acordo para adoção de novos estímulos econômicos nos Estados Unidos, além de alguns indicadores econômicos positivos na zona do euro.

Um carro com o presidente americano Donald Trump passa por apoiadores do lado de fora do Centro Médico Walter Reed no domingo, 4. Foto: Alex Edelman/AFP

Em meio ao ambiente de maior apetite por risco, o presidente do Grupo Banco Mundial, David Malpass, alertou para o risco de que os efeitos da crise provocada pelo coronavírus levem a uma “década perdida”, com colapso de sistemas de saúde e educação, baixo crescimento econômico e alto nível de endividamento.

No cenário doméstico, é grande o desconforto com o risco de descumprimento do teto de gastos pelo governo. Às 11h17, o Ibovespa tinha alta de 0,66%, aos 94.633,30 pontos. A leve alta é puxada principalmente por ações de empresas ligadas a commodities, acompanhando a evolução dos preços no mercado internacional. Papéis do setor financeiro, destaque de alta na sexta-feira, hoje operam majoritariamente em baixa. No câmbio, o dólar à vista tinha baixa de 0,83%, cotado a R$ 5,6133.

Tudo o que sabemos sobre:

dólarDonald TrumpBolsa