Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Doria anuncia flexibilização da quarentena para fase verde em São Paulo

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta sexta-feira, 9, a entrada de cidades paulistas pela primeira vez na fase verde, a penúltima do Plano São Paulo de quarentena. Cerca de 76% da população do Estado vive nas regiões que entrarão na fase de maior flexibilização. Entre os locais está a grande São Paulo.

O governador de São Paulo, João Doria, durante o anúncio da flexibilização

O governador de São Paulo, João Doria, durante o anúncio da flexibilização Foto: Reprodução/Governo SP

As regiões que irão à nova fase, que amplia o horário de funcionamento e a capacidade de ocupação de estabelecimentos comerciais, são, além da capital paulista e região metropolitana, as regiões de Piracicaba, Campinas, Taubaté, Sorocaba e a Baixada Santista.

Segundo o secretário da Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn, houve queda de 36% no número de casos nas últimas três semanas e 22,6% no número de óbitos. “Ainda não estamos no nosso normal. Medidas e regras sanitárias são fundamentais”, reforçou. O secretário informou que os indicadores agora vão comparar os últimos 28 dias com os 28 dias anteriores, ao invés da contagem anterior de 7 dias.

Na capital, a ida para a fase ver significa também a abertura de teatros, cinemas, bibliotecas e museus. O goevrno do Estado já havia dado a permissão durante a fase amarela, mas cabia aos prefeitos a decisão pela abertura. O prefeito Bruno Covas (PSDB) afirmou que a retomada de outros setores previstos na fase verde no município só ocorrerá em duas semanas dependendo da avaliação dos especialistas sanitários. “Não vamos hesitar em retroceder se os números voltarem a subir na cidade de São Paulo”, disse.