Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Doria anuncia novas medidas restritivas ao novo coronavírus

Vera Magalhães

Menos de uma hora depois de dar uma entrevista ao lado do coordenador do grupo de crise do coronavírus, Davi Uip, e evitar novas medidas restritivas, o governador de São Paulo, João Doria, voltou a falar com a GloboNews nesta noite de domingo e, aí sim, anunciar novas determinações.

Funcionários do governo de São Paulo com mais de 60 anos, a não ser de áreas essenciais como segurança e saúde, foram colocados em homeoffice. A medida é válida a partir de terça-feira.

Museus, bibliotecas e outros aparelhos estaduais serão fechados por 30 dias.

Ele também recomendou que cinemas, teatros, casas de shows e outros estabelecimentos do gênero da iniciativa privada fechem também por 30 dias.

Mais de 160 centros de convivência de idosos serão desativados por tempo indeterminado.

Ele, por ora, evitou limitar a circulação de transporte público na capital.