Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Doria assina acordo e diz que vacinação deve inciar em 15 de dezembro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira, 30, a assinatura do acordo com a chinesa Sinovac para o fornecimento de 46 milhões de doses da Coronavac para a transferência de tecnologia de produção ao Instituto Butantan. A vacina está na fase 3 de testagem.

O governador de São Paulo, João Doria

O governador de São Paulo, João Doria Foto: Governo SP

Segundo Doria, as doses chegarão ao instituto até dezembro e o início da vacinação em profissionais da Saúde, tanto de hospitais privados quanto públicos, além de unidades básicas, está previsto para o dia 15 do mesmo mês, caso a imunização já esteja aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O governador assinou o acordo durante a coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, na presença do vice-presidente mundial do laboratório Sinovac, Weining Meng. Segundo Doria, os testes com a vacina no Brasil seguem até o dia 15 de outubro e o resultado será avaliado pela Anvisa na sequência. “São Paulo será um dos primeiros locais do mundo a ter vacinação disponível para a população”, disse o governador.

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, informou que hoje os testes terão atingido a marca de 7 mil voluntários dos 13 mil previstos para a terceira fase de testes no País. “É uma data importante que sinaliza o início do processo que inclui as doses de vacina, mas também o início do processo de transferência de tecnologia. É disso também que se trata esse acordo, a transferência do conhecimento”, afirmou.