Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Doria determina fechar todo comércio não essencial de SP

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

O governador de São Paulo, João Doria, avisou que está determinando o fechamento até o próximo dia 7 de abril de todo o comércio do Estado que não se encaixar na categoria de “essencial”. Ou seja, tirando os serviços de saúde pública e privada, limpeza, alimentação, abastecimento e segurança, os demais estabelecimentos terão de baixar as portas. A determinação pode ainda ser prorrogada, segundo o anúncio.

Ao anunciar a medida, o tucano voltou a bater em Jair Bolsonaro, seu possível adversário caso venha a disputar as eleições de 2022 para Presidência da República. “Na ausência de liderança, governadores cumprem o que deve ser feito. Bolsonaro, não”, disse. “Alguns dizem que é uma gripezinha, outros insistem em fazer festas”, afirmou, em referência a fala de Bolsonaro e a festa de aniversário que o presidente fará com familiares neste sábado. Para os moradores do Estado, Doria ainda pediu um gesto de solidariedade. “Coloque na janela uma bandeira do Brasil ou algo que manifeste um sentimento de solidariedade”, completou.