Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Doria diz apoiar Lava Jato, ‘mas jamais condenar por antecipação’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador de São Paulo, João Doria, comentou nesta sexta-feira, 3, a denúncia de seu colega de partido, o senador José Serra (PSDB-SP), pela Operação Lava Jato. O governador iniciou coletiva de imprensa afirmando, após declarar apoio à operação, que defende a “ampla e irrestrita investigação dos fatos sempre que houver questionamentos envolvendo recursos e agentes públicos, mas jamais condenar por antecipação”. Continuou, fazendo uma ressalva: “A Justiça existe para avaliar, julgar, e apenas depois da decisão da Justiça é que nós poderemos nos manifestar plena e definitivamente”.

O governador João Doria em coletiva nesta sexta

O governador João Doria em coletiva nesta sexta Foto: Reprodução/Governo SP

O senador foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) junto à sua filha, Verônica Allende Serra, pela prática de lavagem de dinheiro transnacional e foi alvo de mandados de busca e apreensão em sua residência e imóveis relacionados ao político. Segundo a denúncia, entre 2006 e 2007, o ex-governador de São Paulo “valeu-se de seu cargo e de sua influência política para receber, da Odebrecht, pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul”.

Em resposta, a assessoria de Serra afirmou no início da tarde que a ação da Lava Jato “causa estranheza e indignação”. “Em meio à pandemia da Covid-19, em uma ação completamente desarrazoada, a operação realizou busca e apreensão com base em fatos antigos e prescritos e após denúncia já feita, o que comprova falta de urgência e de lastro probatório da Acusação”, escreveu.

Tudo o que sabemos sobre:

João DoriaJosé SerraLava Jatodenúncia