Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Doria diz que ‘jamais’ nomearia parente

Equipe BR Político

Em mais um passo para o seu descolamento do presidente Jair Bolsonaro, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que jamais indicaria qualquer parente seu para um cargo público. “Eu jamais nomearia meu filho nem ninguém da minha família para nenhuma função pública, ainda mais numa circunstância de uma embaixada que é a mais importante embaixada brasileira no exterior”, afirmou em entrevista ao Blog do Josias, no UOL. Na manhã desta quarta-feira, 21, Bolsonaro bateu o pé e disse que não há recuo em relação à indicação de seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Na avaliação do governador, as posições e declarações de Bolsonaro podem melar o acordo recém-firmado, e ainda nem colocado realmente em prática, entre Mercosul e União Europeia: “Se não houver uma mudança de discurso, esse risco é real.”

Sobre a imagem do Brasil no exterior, o governador falou ainda sobre algumas de suas percepções. Recentemente, Doria esteve em missões oficiais na China e Inglaterra. Na avaliação do tucano, o derretimento da imagem do Brasil não ocorreu apenas na Alemanha e na Noruega, países que suspenderam doações milionárias para programas de preservação da floresta amazônica. “Os franceses também reagiram fortemente. Até mesmo países latinos como Espanha, Portugal e Itália reagiram mal às colocações mais radicalizadas do governo brasileiro.”

Assine o BR Político para ter acesso a produtos e informações exclusivos. Clique neste link para se tornar um assinante.