Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Doria recebe governador do Ceará para tratar da Coronavac

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador João Doria (PSDB-SP) recebeu nesta terça, 15, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), para formalizar a aquisição da vacina Coronavac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. No encontro, Santana afirmou que espera que o imunizante seja incluído no Plano Nacional de Imunização do governo federal para tratar da covid-19.

“O objetivo de todos nós, governadores do Brasil, é garantir a vacinação da população brasileira. Butantan é instituição reconhecida no mundo inteira pela sua expertise. Aliás, é a maior fornecedora de vacinas do Ministério da Saúde. Nós esperamos que a produção da vacina do Butantan seja incluída no Plano Nacional de Imunização. Nossa vinda aqui, hoje, é para firmar essa parceria, para ter essa vacina o mais rápido possível no Estado do Ceará”, disse o governador cearense.

Doria tinha previsto na agenda de hoje um almoço com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), também para tratar do mesmo assunto.

Amanhã, 16, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, vai se reunir com os governadores do Piauí, Goiás e Pará e representantes estaduais e municipais de saúde para tratar do plano de vacinação contra a covid-19.

Como você tem lido aqui no BRP, os governos federal e paulista politizaram o processo de aquisição de uma vacina contra a doença do novo coronavírus no País. Doria pede pressa à Anvisa para registro do imunizante do Butantan, enquanto o Palácio do Planalto ressente do protagonismo do tucano na busca pelo imunizante, que, inclusive, fixou data para vacinar a população. A previsão é de que o Supremo Tribunal Federal defina as competências dos entes federativos para que não haja desequilíbrio na imunização da população brasileira, em que pese o Plano Nacional de Imunização já definir o Ministério da Saúde como o responsável dessa missão.