Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Doria reforça: ‘Presidente Bolsonaro, governe’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Um dia após pedir para que o presidente Jair Bolsonaroacordasse“, o governador João Doria (PSDB-SP) usou o mesmo tom de cobrança para que o chefe do Planalto “governe” em coletiva nesta tarde de sexta, 15, sobre a incidência da covid-19 no Estado de São Paulo. “Presidente Bolsonaro, governe. Administre o seu País com equilíbrio, com paz no coração, com compreensão, discernimento e grandeza. Pare com agressões, com conflitos, de colocar o país dentro de um caldeirão interminável de brigas e atritos. O País precisa estar unido e em paz para vencer a pandemia”, afirmou Doria em resposta à saída do ex-ministro Nelson Teich da pasta de Saúde.

O governador de São Paulo, João Doria

O governador de São Paulo, João Doria Foto: Governo do Estado de São Paulo

O governador citou eventual retaliação do governo federal aos entes estaduais na liberação de recursos para combater a covid-19. “Retaliar governadores que têm cumprido sua obrigação de atender a ciência e saúde para proteger vidas é um gesto deplorável. Espero que ele cumpra, se for capaz, sua promessa de menos Brasília e mais Brasil. E cumpra também a promessa de obedecer o pacto federativo. São Paulo está ao lado dos outros 26 estados brasileiros para defender os interesses da população e proteger a vida dos brasileiros”, acrescentou.