Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Doria tenta preservar Dersa

Equipe BR Político

A base aliada do governador de São Paulo, João Doria (PSDB),  negocia na Alesp, uma nova proposta para extinção de empresas estatais, com um número menor de companhias a serem fechadas. A nova lista teria apenas três empresas, e preservaria a Dersa, responsável por obras viárias e investigada pela Operação Lava Jato por desvios de verbas em governos do PSDB. Segundo a reportagem d’O Globo, a Companhia Paulista de Obras e Serviços (CPOS), a Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano S.A. (Emplasa) e a Companhia de Desenvolvimento Agrícola (Codasp) seriam fechadas pela nova proposta.

A versão original do projeto apresentado à Alesp pelo grupo de Doria propunha extinguir, além das três empresas citadas acima, a Dersa, e fundir a Imprensa Oficial do Estado (Imesp) à Companhia de Processamento de Dados (Prodesp). A Dersa foi foco das investigações da 60.ª fase da Lava Jato, que levou o ex-diretor Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, à prisão. O líder do governo na Alesp, Carlão Pignatari (PSDB) disse que o novo projeto apresentado não é definitivo, e que a estatal em questão ainda pode ser fechada futuramente.