Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Eduardo avisa que votará favoravelmente à reforma

Equipe BR Político

Com parte do PSL ameaçando não votar a reforma da Previdência tanto na Comissão Especial quanto no plenário da Câmara, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, achou melhor se posicionar fora deste grupo. Em seu Twitter, Eduardo garantiu que votará favoravelmente à reforma, “de preferência” a apresentada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e não o relatório de Samuel Moreira (PSDB-SP).

“Desde já adianto: eu vou votar a favor da reforma da Previdência, se possível, a do Paulo Guedes”, escreveu Eduardo. Parte da bancada de policiais do PSL ameaçam votar contra a reforma caso as demandas da classe não sejam atendidas.