Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Eduardo Bolsonaro admite desgaste

Equipe BR Político

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), reconheceu que o caso envolvendo um ex-assessor do irmão e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL)  respinga no pai, Jair Bolsonaro, que toma posse como presidente da República em janeiro. “Traz (desgaste), mas acredito também que está ocorrendo um certo exagero nessa parte”, disse Eduardo em entrevista ao Broadcast Político.

Para Eduardo Bolsonaro, um parlamentar não tem controle sobre todos os atos de seus assessores. “Não tem como controlar a conta dos meus assessores, quiçá dos assessores do meu irmão.”