Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Eduardo compartilha fake news sobre Greta

Equipe BR Político

Após forte discurso na ONU, a ativista sueca Greta Thunberg entrou na mira de boatos criados na internet. Um deles, inclusive, reproduzido pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Na última sexta-feira, 20, a menina de 16 anos apresentou uma queixa formal ao Comitê dos Direitos da Criança da ONU contra Brasil, França, Alemanha, Argentina e Turquia em que pede que os países criem medidas para proteger as crianças dos efeitos da crise climática.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e a jovem ativista ambiental sueca Greta Thunberg

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e a jovem ativista ambiental sueca Greta Thunberg. Fotos: Adriano Machado/Reuters, Elisabeth Ubbe/NYT

Na noite de quarta-feira, 25, o filho do presidente Jair Bolsonaro, compartilhou uma montagem – logo, uma fake news – que mostra Greta se alimentando dentro de um trem, enquanto é observada pela janela por crianças pobres. “‘Vocês roubaram minha infância…’, disse a garota financiada pela Open Society de George Soros”, ironiza Eduardo na legenda. Na foto original, a janela ao lado de Greta mostra uma paisagem, a imagem verdadeira foi compartilhada pela ativista nas redes sociais em 22 de janeiro.

A montagem compartilhada pelo candidato a embaixador do Brasil em Washington traz também um texto que afirma que Greta é financiada pelo filantropo bilionário George Soros. De acordo com a checagem feita pelo Estadão, no site da Open Society Foundation, instituição Soros, o nome de Greta ou do movimento criado por ela, o Fridays For Future não é listado como um dos beneficiados pela série de bolsas distribuídas anualmente para indivíduos, grupos ou organizações.

View this post on Instagram

Lunch in Denmark.

A post shared by Greta Thunberg (@gretathunberg) on