Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Eduardo quer registro de armas via internet

Equipe BR Político

Depois de não conseguir ser nomeado embaixador do Brasil nos EUA, o deputado Eduardo Bolsonaro (sem partido-SP) vai abandonar a presidência da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional para se dedicar ao setor de defesa e armamentos.

Deputado Eduardo Bolsonaro

O deputado Eduardo Bolsonaro Foto: Dida Sampaio/Estadão

Nesse assunto, uma das prioridades de Eduardo será a diminuição da “burocracia” para que Colecionador, Atirador e Caçador (CACs) consigam o registro. Segundo o “03”, a intenção é que esse procedimento possa ser feito pela internet. “A informatização… tudo hoje no País está caminhando para que seja feito através de aplicativo e internet, e não tem motivo para que a parte dos atiradores se mantenha no modelo arcaico, na base do papel e da caneta”, afirmou o deputado em entrevista ao site da BBC Brasil.

Pelo Twitter, na manhã desta segunda-feira, 27, Eduardo afirmou que “com menos armas legais, a criminalidade no Brasil explodiu”. Ao compartilhar a entrevista, ele escreveu que “punir CACs com burocracias e papéis não faz sentido quando se tem a internet. Além disso, o novo Brasil tem por princípio uma economia aberta e isso inclui as armas”.

Tudo o que sabemos sobre:

Eduardo BolsonaroregistroArmasInternet