Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Eduardo defende ato como ‘expressão da democracia’

Equipe BR Político

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) fez sua comparação de atos da direita e esquerda para defender a manifestação programada para o dia 26 a favor do governo como iniciativa de “expressão da democracia”. Segundo ele, é “curioso” que nas convocatórias da turma da “mortadela” as pessoas “queimem algo no final”, enquanto o ato de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, de gente “ordeira” que não “queima nada”, é tratado como algo “errado”.

Uma das hashtags da convocatória do próximo domingo é #Artigo142Já, que cujo texto diz: “As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.”

 

Tudo o que sabemos sobre:

Eduardo Bolsonaro