Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Eduardo elogia Rota por ‘apertar o gatilho’

Gustavo Zucchi

Eduardo Bolsonaro deixou claro que não vê problemas no aumento no número de mortes causadas por policiais. O “03” compartilhou uma notícia mostrando que o batalhão paulista lidera no ranking de letalidade e elogiou o “dedo no gatilho” dos agentes do grupo. “O que mais causa a morte de policiais é o receio de apertar o gatilho por medo de ser condenado num tribunal do júri ou massacrado pela imprensa – e em ambos os casos ele não tem advogado de graça. Nesta fração de segundos o bandido não titubeia e o assassina”, disse o deputado federal.

Ele aproveitou também para ligar os dados de mortalidade causados pela polícia com a queda de homicídios na sociedade. “E além disso, ‘curioso’ como que a tal letalidade policial (que eu chamo de legítima defesa própria/da sociedade) sobe e a taxa de homicídios (crime praticado por bandidos) desce diretamente, né?”, afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:

Eduardo Bolsonaro