Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Eduardo encarece a Previdência

Equipe BR Político

A decisão, além de tudo extemporânea, de Jair Bolsonaro de indicar o filho Eduardo para a embaixada do Brasil em Washington encarece a tramitação da reforma da Previdência no Senado. Sabidamente desarticulado politicamente, o governo terá de se organizar para atuar em dois fronts, sendo que a prioridade dada pelo presidente ao “filé mignon” para o filho 03 fará com que senadores se sintam ainda mais à vontade para fazer exigências na discussão da reforma.

Falei sobre o ambiente no Senado para a indicação –que ainda não foi formalizada– na coluna desta quarta-feira no Estadão. Bolsonaro tem sondado o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP) sobre a receptividade dos senadores à ideia. As projeções sobre como a CRE e o plenário devem se comportar variam: a oposição aposta que pode conseguir impingir o que seria uma grande derrota ao governo, mas líderes como Major Olímpio (PSL) apostam que o nome do terceiro filho passará com tranquilidade. / Vera Magalhães