Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Eduardo Gomes não vê volta da normalidade antes de 4 meses

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O líder do governo no Congresso, Eduardo Gomes (MDB-TO), prevê que o País não deve voltar ao normal antes de quatro meses. É uma previsão parecida com a que fez o ministro da Saúde, Henrique Mandetta. Assim, Gomes também vai na contramão de outras lideranças do Congresso e defende que as eleições devam ser adiadas. “A eleição está prejudicada e o Congresso vai reagir com uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que pode ser uma reforma política, com eleição única de quatro em quatro anos, ou de cinco em cinco anos. Esse é o meu pensamento e de vários parlamentares”, afirmou o senador.

O líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes

O líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados