Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Eduardo ‘ressuscita’ noticia para voltar a falar sobre hidroxicloroquina

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

Meio sumida das falas de Jair Bolsonaro, a hidroxicloroquina voltou a ser defendida por seu clã. Mais especificamente pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). O “03” informou tardiamente que a Itália, um dos países europeus mais atingidos pelo coronavírus e que adotou rigorosos protocolos de isolamento social, incluindo um lockdown, liberou “tratamento em massa com o uso precoce” do medicamento.

Eduardo tirou a notícia de uma página bolsonarista, que por sua vez afirma que sua fonte é o jornal italiano Corriere della Sera. A notícia, dada como nova, é datada do dia 27 de março. O medicamento, como afirmado pelo ministro da Saúde do governo Bolsonaro, Nelson Teich, “não deve ser um divisor de águas” em relação à doença. A Itália, por sua vez, testa desde o início da pandemia vários medicamentos que possam ajudar. E manteve a quarentena por dois meses, só iniciando um leve relaxamento na última segunda-feira.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Eduardo Bolsonarocoronavírus