Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Eleições nas Redes: Bovino, mas nem tanto

Marlos Ápyus

Exclusivo para assinantes

Carla Zambelli foi dispensada ontem da função de vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara Federal. Mas a deputada federal tratou a mudança com naturalidade, garantindo não passar de uma medida pacífica com o intuito de obter um mínimo de governabilidade para o presidente da República.

Hoje, contudo, a parlamentar se permitiu um elogio público à atuação de Arthur do Val, candidato a prefeito de São Paulo que não poupou Jair Bolsonaro de duras críticas nesse complicado 2020. Não faltou seguidor que estranhasse o aceno ao membro do MBL. Até porque, na última interação da dupla no Twitter, o deputado estadual constrangia a federal a explicar uma dispendiosa “reforma de escritório“.

O fato é que, nesse início de campanha, a militância bolsonarista de São Paulo vem mostrando nas redes sociais alguma independência em relação ao Palácio do Planalto. E isso já rende um primeiro efeito. De acordo com o monitoramento da consultoria Quaest, uma disputa pela atenção entre nomes mais à direita, como Celso Russomanno, Levy Fidelix, Joice Hasselmann e o próprio “Mamãe Falei”, tem permitido ao esquerdista Guilherme Boulos despontar como o candidato mais popular — em ambiente virtual, ao menos.

O que não é uma notícia necessariamente ruim para os planos de Bolsonaro. Afinal, o confronto com o candidato do PSOL num eventual segundo turno seria a melhor chance de Russomanno.