Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Em acordo de leniência, OAS vai pagar R$ 1,92 bi até 2047

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

A Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU) assinaram nesta quarta, 14, acordo de leniência com o Grupo OAS, por conta das irregularidades descobertas nas investigações da Operação Lava Jato. Pelo acordo, a OAS vai pagar R$ 1,92 bilhão até dezembro de 2047, com correção pela taxa Selic.

Segundo a CGU e a AGU, a OAS assumiu pagar esse valor por conta de pagamentos de dano, enriquecimento ilícito e multa, no âmbito de contratos fraudulentos envolvendo recursos públicos federais. Desse total,  R$ 720,14 milhões correspondem à restituição de valores pagos a título de propinas. Outros R$ 800,37 milhões correspondem ao enriquecimento ilícito obtido em razão de influência em contratos fraudulentos.

Além disso, R$ 320,06 milhões são referentes à multa administrativa e mais R$ 84,73 milhões correspondem à multa civil, prevista da Lei de Improbidade Administrativa.

Confira todos os acordos feitos pela AGU e CGU desde 2017:

Reprodução/CGU

Notícias relacionadas

Tudo o que sabemos sobre:

oasLava JatoCGUAGU