Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Em busca do lobismo ‘menos desigual’

Equipe BR Político

Mesmo que o texto da reforma da Previdência tenha sido aprovado na Comissão Especial da Câmara com uma potência fiscal menor, de “apenas” R$ 1 trilhão, “devemos todos comemorar a profundidade do texto e os impactos que provocará”, escreve Hélio Zylberstajn, professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP, no Estadão. Em sua avaliação, o lobismo exercido por diferentes grupos organizados em defesa de seus interesses, como o de professores, policiais federais e até mesmo o minoritário de servidores públicos, segue um rito “democrático e legítimo”. “Em vez de condenar a mobilização das minorias corporativas, a sociedade precisa aprender a manifestar, defender e fazer prevalecer os interesses majoritários. Temos de construir um jogo de lobbies menos desigual”, conclui.

 

 

Notícias relacionadas

Tudo o que sabemos sobre:

lobismolobbyprevidência