por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Em cerimônia de posse, Bolsonaro chama Montezano de ‘Bebianno’

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro iniciou seu discurso durante a posse do novo presidente do BNDES, Gustavo Montezano, lembrando que conhece o economista “desde piá”, recordando o fato de eles morarem no mesmo condomínio no Rio de Janeiro. “Daquela garotada da Dona Maria, 71, temos um presidente do BNDES, temos um senador da República, que por ser meu filho tem seus problemas potencializados e temos também, se Deus quiser, um embaixador na potência mais importante do mundo”.

Ainda no começo de seu discurso, o presidente interrompeu sua fala para chamar ao palco seu sobrinho, “um jovem cadete da academia da Polícia Militar de Goiás”, que está em Brasília para convidar Bolsonaro para sua cerimônia de declaração de aspirante. Na sequência, ainda enquanto falava sobre o parente, o presidente se confundiu e chamou Montezano de “Gustavo Bebianno”, seu ex-ministro da Secretaria da Presidência. Aparentemente, Bolsonaro não percebeu o erro e, emocionado, seguiu com seu discurso. Bolsonaro disse que ficou “empolgado” quando o ministro da Economia, Paulo Guedes, sugeriu o nome de Montezano para substituir Joaquim Levy no comando do banco. O presidente afirmou que é papel do BNDES ser transparente e servir “terrivelmente” à população.