Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Em Davos, reuniões com países de menor peso comercial

Equipe BR Político

A agenda do último dia da comitiva brasileira em Davos, na Suíça, foi repleta de reuniões bilaterais com países de pouca importância comercial para o Brasil ou sem maior envergadura no xadrez geopolítico. A exceção na agenda foi a Holanda do primeiro-ministro Mark Rutte, que ocupa a quarta posição na classificação das vendas brasileiras para o exterior, informou a Folha.

O presidente Jair Bolsonaro se encontrou, por exemplo, com o primeiro-ministro da República Tcheca, Andrej Babis. O país eslavo responde por 0,035% das exportações brasileiras. Já o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, se reuniu com David Zalkaliani, titular da pasta de Negócios Estrangeiros da Geórgia, para onde foram em 2018 US$ 203 milhões em produtos brasileiros, o equivalente a 0,085% do montante vendido para fora.