Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Em defesa de Pompeo, Mourão diz que Brasil é aliado dos EUA desde 1822

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta segunda, 21, não ter visto nada demais no fato de o secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, visitar Roraima para fazer campanha a favor de Juan Guaidó e contra Nicolás Maduro numa clara busca de apoio do Brasil para interferir no processo eleitoral da vizinha Venezuela e, de quebra, oferecer palanque ao discurso eleitoral do presidente Donald Trump para atrair o voto dos latinos nos EUA.

Mike Pompeo chega a Boa Vista para reunião com ministro das Relações Exteriores e visita à Operação Acolhida Foto: Itamaraty

“Não acho (que Pompeo utilizou o Brasil para fazer campanha), campanha política deles tem que ser feita lá dentro dos Estados Unidos. Acho que isso é desconhecer os Estados Unidos e até não respeitar o povo americano, como se o povo americano fosse gado e fosse, vamos dizer assim, ter alguma vantagem do Mike Pompeo ir até lá, não tem nada demais nisso”, afirmou o general.

Em referência às críticas do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e de parlamentares da oposição, Mourão minimiza a preocupação porque, segundo ele, o Brasil tem um alinhamento com os EUA desde 1822. “O pessoal criticou isso, eu respeito as criticas das pessoas, ex-chanceleres, o presidente da Câmara também, mas eu não vi nada demais nisso dai. Nós temos um alinhamento com os Estados Unidos desde a época da nossa independência, os EUA foi o primeiro a reconhecer a nossa independência”.