Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Em nota, PF diz que troca do superintendente do Rio já estava prevista

Marcelo de Moraes

Depois do mal-estar provocado pela declaração de Jair Bolsonaro, antecipando que o superintendente da Polícia Federal no Rio, Ricardo Saadi, seria trocado por um problema de “produtividade”, a PF divulgou nota oficial afirmando que a substituição “já estava sendo planejada há alguns meses”. No documento, também é dito que a razão da troca “é o desejo manifestado pelo pelo próprio policial de vir trabalhar em Brasília, não guardando qualquer relação com o desempenho do atual ocupante do cargo”.

A nota tenta reduzir o problema causado pela fala do presidente, que acabou expondo Saadi e motivou críticas de associações de policiais contra o governo. Para justificar a substituição, a nota da PF diz que “a substituição de superintendentes regionais é normal em um cenário de novo governo”. “De janeiro para cá, a PF já promoveu a troca de 11 superintendentes”, acrescenta o texto. Carlos Henrique Oliveira Sousa, atual superintendente de Pernambuco, assumirá o posto de Saadi no Rio. /M.M.

Tudo o que sabemos sobre:

PF