Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Em operação com polícia portuguesa, PF prende hacker suspeito de invadir TSE

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

Numa ação conjunta com a Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e Criminalidade Tecnológica da Polícia Judiciária Portuguesa, a Polícia Federal prendeu, neste sábado, um hacker suspeito de invadir os sistemas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A prisão foi feita em Portugal, mas outros possíveis participantes do ataque foram detidos no Brasil. Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos em São Paulo e Minas Gerais, além da prisão do suposto hacker português.

No dia da realização do primeiro turno, em 15 de novembro, o TSE foi alvo de ataques que tentavam tumultuar ou violar algum sistema ligado às eleições. O avanço, porém, foi contido. Passadas duas semanas, as investigações chegaram aos dados dos suspeitos presos hoje.

Tudo o que sabemos sobre:

TSEataque hacker