Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Em SP, candidata da Rede planeja o ‘Bolsa Neném’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Uma das plataformas de campanha da candidata à prefeita de São Paulo pela Rede, Marina Helou, é o chamado Bolsa Neném. Com 33 anos e formada em administração pública pela Fundação Getúlio Vargas, ela afirma que o projeto consiste na criação de uma renda mínima mensal para mulheres, com filhos de até 3 meses, que não possuem direito a licença-maternidade remunerada pelo INSS, priorizando as mães solos.

Marina também propõe reduzir a fila de crianças na educação infantil por meio da ampliação dos critérios de vulnerabilidade social para a reserva de vagas nos centros municipais de Educação Infantil (CEMEI), Centros de Educação Infantil (CEI) e escolas municipais de Educação Infantil (EMEI), bem como com a integração das filas das creches aos programas de pré-natal nas UBS.

“Para cada US$ 1 investido em políticas de primeira infância de qualidade, existe um retorno para a sociedade de até US$ 17, segundo estimativas do economista norte-americano James Heckman, ganhador do Prêmio Nobel de Economia em 2000”, destacou a candidata ao BRP.

“E a licença-maternidade é parte fundamental deste cuidado. Temos uma grande parte de trabalhadoras que não estão no mercado formal de trabalho e, portanto, não acessam esse direito. Temos que corrigir isso, pois o desenvolvimento das crianças nesse estagio impacta o resto da vida dos indivíduos e consequentemente a vida em sociedade”.

Tudo o que sabemos sobre:

Marina HelouBolsa Nenémrede