Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Embaixada chinesa retruca Eduardo: ‘Quem ataca o povo chinês dá tiro no pé’

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

A embaixada chinesa no Brasil subiu o tom contra o deputado federal Eduardo Bolsonaro. No perfil oficial da missão no Twitter, foi publicada uma série de posts em tom ameaçador contra o filho do presidente da República, que mais cedo aproveitou o “pedido de desculpas” para reforçar a narrativa de que o governo da China escondeu a real gravidade do coronavírus de modo semelhante o que fez a União Soviética em Chernobyl. “Os seus argumentos mostram que você não está arrependido pela sua atitude, tampouco ciente dos seus erros. Ao continuar a optar por ficar no lado oposto ao povo chinês,  está indo cada vez mais longe no caminho errado”, escreveu a embaixada.

“Que dê uma guinada o mais rapidamente possível, já que a história nos ensina que quem insiste em atacar e humilhar o povo chinês,  acaba sempre dando um tiro no seu próprio pé. São absurdas e preconceituosas as suas palavras, além de ser irresponsáveis. Não vale a pena refutá-las.  Aconselhamos que busque informações científicas e confiáveis nas fontes sérias como a OMS,  úteis para ampliar a sua visão.”

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Eduardo BolsonaroChinacoronavírus