Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Empresário cita Fux em proposta de delação, diz revista

Equipe BR Político

O empresário do setor de transportes Jacob Barata, conhecido como rei do ônibus, afirmou em uma proposta de delação premiada, batizada de “anexo zero” obtida pela revista Veja, que um ex-assessor do ministro Luiz Fux, do STF, José Antônio Nicolao Salvador, teria recebido dinheiro em troca de decisões judiciais favoráveis ao setor na Corte, em 2011. “Barata não sabia dizer qual o processo judicial que despertava o interesse da federação, não sabia o montante que teria sido sacado do caixa, nem mesmo se o pagamento teria sido realmente feito”, diz a publicação.

Para Fux, “não se pode sujar o nome de um ministro assim. O Supremo precisa se unir e tomar uma posição incisiva contra esse tipo de ataque. A Corte e os ministros não podem ser desrespeitados dessa maneira”, conforme respondido à revista.

Tudo o que sabemos sobre:

Luiz FuxJacob Barata