por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Encurralado no parlamento

Equipe BR Político

Jair Bolsonaro, a despeito da experiência de anos no parlamento, vem sendo sucessivamente encurralado por prazos sobre os quais não tem controle no Legislativo, graças à dificuldade que demonstra em lidar com a realidade de, mesmo sendo um campeão de votos, ter de negociar com congressistas eleitos por partidos de baixa representatividade, por um sistema de votação proporcional. A análise é de William Waack na coluna desta quinta-feira no Estadão.

“No conjunto da obra, está sendo desmoralizado – ajudou a enfraquecer o nome mais popular, o de Sérgio Moro, ao já nomeá-lo para o STF, e vai vendo o mundo legislativo e jurídico fazendo o mesmo gesto de atirar, só que, desta vez, é contra seu predileto decreto de flexibilização do porte de armas. Chega a ser perverso constatar, nesse contexto, que o “fundo do poço” ao qual se referiu o ministro da Economia ao falar da situação fiscal não está convencendo deputados a aprovar o que o governo quer, mas, sim, está dando a ideia a eles de que o governo não sabe o que fazer”, escreve.