Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Entidades de saúde pedem que Bolsonaro revise posição sobre isolamento

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Uma carta assinada por 20 entidades da área da saúde, publicada nesta sexta-feira, 3, pede que o presidente Jair Bolsonaro revise seu posicionamento sobre o isolamento social para enfrentar a pandemia do coronavírus.

“Manter o isolamento social com a paralisação das atividades não essenciais é uma medida dura, mas necessária. É uma recomendação da OMS, das entidades científicas e médicas brasileiras e internacionais, assim como de governadores e prefeitos”, diz o texto assinado pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. 

O presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro Foto: Adriano Machado/ Reuters

“É de extrema importância que V.Ex.ª, neste momento de crise, embase as decisões que lhe competem como Chefe da Nação, no aconselhamento dos especialistas da área da saúde e na melhor ciência disponível sobre o tema.”

O presidente tem continuado a criticar as medidas de isolamento tomadas por prefeitos e governadores. Na quinta, ele criticou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que tem orientado a tomada de medidas de quarentena e distanciamento social e pediu “apoio popular” para implementar medidas para garantir o fim do isolamento. Nesta sexta, seus exércitos nas redes sociais compartilharam convocações para manifestações no domingo, 5.

O documento das entidades de saúde classifica a pandemia como “talvez o maior desafio sanitário desta geração, como já reconhecido recentemente pelo Comandante do Exército Brasileiro e, em 31 de março passado, por Vossa Excelência”. A carta argumenta que a vida dos brasileiros deve estar acima de visões e interesses políticos e econômicos. 

“Devemos ressaltar que o perfil epidemiológico do novo coronavírus (SARS-CoV-2) no território brasileiro se diferencia dos países do Hemisfério Norte, com o acometimento da população abaixo de 60 anos em quase 50% dos casos confirmados até o momento. O isolamento social pode ser também vital à recuperação econômica no período pós-pandemia. Para que haja recuperação, teremos de ter trabalhadores. Para que haja futuro, precisamos de nossos jovens. Para que haja sabedoria, precisamos de nossos idosos”, diz a carta.