por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Equipe do Correio Braziliense é atacada na sede da CUT-DF

Marcelo de Moraes

Um grupo de aproximadamente trinta pessoas atacou a socos o carro de reportagem do jornal Correio Braziliense, em frente à sede da CUT-DF, onde se realizava uma manifestação a favor do ex-presidente Lula.

Dentro do carro estavam uma repórter, uma fotógrafa e um motorista do jornal, que tinham ido cobrir a manifestação. O vidro traseiro do carro foi quebrado com os socos, mas os integrantes da equipe conseguiram escapar sem ferimentos. O jornal repudiou o ataque, que foi comunicado à Polícia Civil do Distrito Federal para apuração.

Tudo o que sabemos sobre:

prisão de Lula