Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ernesto faz ajuste pragmático

Vera Magalhães

Sob a mira dos militares, grupo numeroso e influente do governo, e acumulando desgaste também com a equipe econômica –graças à disputa pela primazia da definição da política de comércio exterior–, Ernesto Araújo faz um ajuste em seu discurso e nas prioridades, na direção do pragmatismo e da tradição diplomática do Itamaraty.

Tropeços como o aceno a uma base militar dos EUA no Brasil e o barraco com o breve presidente da Apex, Alex Carreiro, levaram os militares a cogitarem a criação de um conselho para tutelar o chanceler. Percebendo a fritura, Ernesto fez gestos de aproximação com a velha guarda do Itamaraty, que antes vinha tentando isolar, e abraçou a negociação para uma transição na Venezuela como pauta capaz de projetá-lo internacionalmente.  / Vera Magalhães