Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ernesto rebate críticas chamando FHC, Amorim e Ricupero de ‘paladinos da hipocrisia’

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

O ministro Ernesto Araújo respondeu em uma série de tuítes ao artigo escrito pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao lado de vários ex-ministros como Rubens Ricupero, José Serra, Aloysio Nunes e Celso Amorim. Para o atual ocupante do Itamaraty, seus críticos são “paladinos da hipocrisia” que precisam ir aprender com o governo Bolsonaro “como se defende a Constituição”. “Os paladinos da hipocrisia que são FHC, Ricupero, Amorim e figuras ainda menores precisam vir aprender conosco como se defende a Constituição”, afirmou.

FHC e os ex-ministros publicaram na Folha desta sexta-feira, 8, suas preocupações com o atual rumo dado por Araújo ao Itamaraty. Dentre os destaques, afirmam que “a reconstrução da política exterior brasileira é urgente e indispensável” e que esse movimento “exige o retorno à obediência aos princípios constitucionais, à racionalidade, ao pragmatismo, ao senso de equilíbrio, moderação e realismo construtivo”.

“Se querem implementar de novo seus falidos projetos de política exterior para servir a um sistema de corrupção e atraso, muito bem. Apresentem esse projeto ao povo e disputem uma eleição. Não fiquem usando a Constituição como guardanapo para enxugar da boca a sua sede de poder”, completa Araújo em seu Twitter.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Ernesto AarújoItamaraty